Lazer  |  Ecologia  |  Serviços  |  Informações  |  Fatos  |  Fotos  |  Índice Geral  Parcerias  |  Contato

A primavera em Caldas Novas é rica e farta em tons, cores e flores.  O verde da vegetação predomina na natureza, e as flores salpicam de cores variadas os jardins da cidade. 

 

A natureza em Caldas Novas traz um espetáculo colorido para os turistas.  Inúmeras espécies vegetais do cerrado são encontradas na cidade.  Especialmente na primavera o colorido destas espécies se acentua, proporcionando uma atração extra aos turistas.

 

Aqui vemos o que restou do velho tamboril, à sombra do qual paravam tropas e boiadas desde o século dezenove.
Testemunha da história de Caldas Novas, a velha árvore abrigou durante praticamente dois séculos viajantes e desbravadores que por aqui passavam.  Era um ponto de referência na região, para todos os viajantes.

 

Vista parcial da cidade a partir do sambódromo.  Vê-se parte do telhado do Engenho das Águas Quentes, a vegetação ribeirinha às margens do Ribeirão das Caldas e conjuntos de flats.
O azul do céu predomina durante todo o ano, possibilitando assim o completo aproveitamento das piscinas.

 

Caldas Novas ainda oferece aos turistas a oportunidade de aproveitar as coisas simples, típicas de uma cidade do interior.
O caldo de cana gelado nos é oferecido, com simplicidade e alegria, pelo "Baiano".

Em qualquer época do ano é possível desfrutar dessa delícia tropical, à sombra de uma mangueira.

 

O senhor Claudionor é o pipoqueiro mais conhecido da praça. Ele sempre fica à noite na porta da Igreja Matriz.

Calma e tranqüilidade são a sua marca registrada; a todos ele atende com atenção e boa vontade.

Ele e o "Baiano" fazem parte daquele grupo de pessoas especiais, construtoras de nosso folclore, que infelizmente não mais existem em grande número.


Ver seção de Fotos

Esta página foi elaborada pelos alunos do curso de informática ( Computer Power):
Lara Rúbia Gomides, Lauro Ramon Gomides e Rafael Lopes de Abreu.